Follow:

OS MENINOS QUE COMEM DEVAGAR VÃO PARA A SALA DOS BEBÉS

Ontem o meu filho chegou a casa a deitar fumo pelas orelhas porque alguém na escola lhe disse “Estás distraído, pareces um bebé!” Ui.

Para mim, se me disserem pareces um bebé, penso logo que os cremes antirrugas funcionam lindamente, que estou com uma pele óptima e com uma aparência fresca e catita. Ou seja, depende do significado e da carga emocional que dou à palavra. Não sei porquê, nos infantários querem tanto que as crianças pequenas façam “coisas de crescidos” que tornaram a palavra “bebé” ofensiva. Representa incapacidade, preguiça, lentidão e inferioridade (o que pode mesmo alterar a forma como uma criança olha para um irmão bebé).

Um bebé é tudo menos isso. É fabuloso! E é assim que os nossos filhos se devem sentir todos os dias, especiais, amados e principalmente aceites.

Share
Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply