Follow:

E TU, O QUE QUERES SER QUANDO FORES GRANDE?

– Bombeiro.

– Médico

– Astronauta.

– Eu quero ser chefe como a minha mãe.

– E tu Joãozinho? O que queres ser?

– Eu quero ser feliz.

Não compreendes a intenção da pergunta, Joãozinho?

– A Professora é que não compreende a intenção da vida.

Enquanto crescemos vamos juntando papéis ao nosso “eu”. Máscaras que usamos nas diferentes situações sociais e pessoais. Quando questionamos tudo, começamos a fazer o caminho inverso de volta a onde tudo começou, no “eu”.

Como pais, respeitar a autenticidade dos nossos filhos permite-lhes terem espaço e aceitação pelo que eles são, para crescerem ligados ao que realmente sentem, precisam e acreditam. No caminho, com os desafios da parentalidade, temos uma oportunidade única de sermos “eu” outra vez e inspirarmos os nossos filhos com a nossa autenticidade.

Share
Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply