Follow:
Monthly Archives

February 2019

    FRASE CATITA

    Muitas vezes utilizamos os rótulos com a intenção de motivar as crianças a desenvolverem as suas capacidades. Aos preguiçosos, desejamos responsabilidade e dedicação. Aos distraídos, queremos inspirar uma vaga de concentração. Aos teimosos, queremos ensinar jogo de cintura.
    Sabes, a criança acredita no rótulo que lhe é dado. Sem filtros. Veste-o inconscientemente como se fosse um papel que tem de representar toda a vida. Quanto mais força este ganha, mais a criança vai ter exactamente o comportamento que queremos ajudá-la a ultrapassar. E quando isso acontece, a nossa necessidade de utilizar um GRANDE rótulo surge ainda com maior intensidade.
    Experimenta focares a tua atenção em ajudares o teu filho a ter ferramentas para ser responsável, dedicado, flexível, e atento. Experimenta ajudá-lo a colocar a sua energia nos seus pontos positivos, e a notar com compaixão o que tem de treinar mais um bocadinho. Experimenta olhar para ele com curiosidade e aceitação…
    Em vez de o deixares crescer com um rótulo que lhe pesa e limita, experimenta abrir-lhe as portas para todo o seu potencial.

     

    Mais sobre rótulos e como acabar com deles AQUI.
    Share

    O Segredo para um Futuro com qualidade(s)

    Certas qualidades dos nossos filhos que tornam a nossa vida de pais muito mais “desafiante”, são qualidades essenciais a ter na idade adulta. Se as abafamos quando eles estão a crescer, como podemos esperar que as tenham mais tarde?

    Como pai, posso ajudá-los a serem assertivos e não agressivos na comunicação. A serem independentes e com relações sólidas à sua volta. E, a terem uma grande força de vontade com teimosia qb, aliada ao pensamento crítico e à autoconsciência.
    Dia 31 de Março em Lisboa, aprende como fazer tudo isto no curso da Mãe Catita “O Grande Segredo do Comportamento”.
    Mais informações em maecatita@gmail.com  Até lá pais catitas! ❤️

    Share

    FRASE CATITA

     

    “Calma Mãeeeee. Não dizes sempre que com calma, as coisas resolvem-se mais depressa???” É nesta que sou apanhada mais vezes… Principalmente quando estou a tentar fazer demasiadas coisas ao mesmo tempo. As crianças estão sempre muito atentas quando nós fazemos exactamente o contrário do que lhes queremos ensinar. Parece que têm uma App interna sempre ligada, chamada “Apanhador de pais”.
    Quando sou apanhada, agradeço. Significa que estava a desviar-me do que é importante para mim, que o meu exemplo não estava a ser lá um grande exemplo e que não estava alinhado com as minhas intenções como mãe. Para mim, todas as situações são oportunidades de crescimento para os dois lados, e quando erro aproveito para mostrar que não sou perfeita (nem quero ser) e que com treino conseguimos ir mais longe nas nossas capacidades.
    O pequeno catita uma vez disse que todos temos um saco da paciência. Os sacos são de diferentes tamanhos, nas diferentes pessoas. Para ele, há pessoas que gritam logo porque os seus sacos são muuuito pequeninos, e outras têm sacos enormes e por isso conseguem fazer tudo com mais calma.
    “Obrigada por me avisares. Já vi que tenho de treinar mais para aumentar o meu saco da paciência. Como achas que posso fazer isso?” Assim, para além de reconhecer a importância da sua atenção e opinião, estou a ajudá-lo a encontrar novas formas de trabalhar a sua paciência, enquanto reforço a sua autoestima. Bem catita, não é?

    Share

    FRASE CATITA

    OUVIR. Ao contrário do que muitos pensam, ouvir é um processo altamente produtivo, activo e importante numa relação. Bem mais importante do que falar, ou ter razão. Se não ouvimos pontos de vista diferentes dos nossos, não aprendemos. Se não nos ouvimos, não cuidamos de nós. Se não ouvimos os nossos filhos, eles não aprendem a ouvir. Se não ouvimos os nossos filhos, eles não aprendem que podem contar connosco para os ouvir.

    Share