Follow:
Monthly Archives

April 2019

    O CONFLITO COMO UMA OPORTUNIDADE

    Cada conflito é uma oportunidade. Uma oportunidade para crescer, para aprender e para responder de uma forma diferente.
    Esta oportunidade só está disponível se estivermos ao volante do nosso mundo interno. Presentes. Conscientes. Só com autoregulação e autoconhecimento conseguimos, enquanto nos carregam nos botões internos, dar uma resposta adequada à situação, em vez de entrar em combustão espontânea. Conseguimos dar uma resposta que ensina, modela e inspira.
    As crianças aprendem com o exemplo que damos em situações de desafio. E tu, queres ser uma inspiração de presença ou um vulcão em erupção descontrolada?

    Assume o volante da tua parentalidade com o workshop “Como Educar com o Coração sem perder a Razão” dia 18 de Maio em Lisboa. Vagas Limitadas. Informações maecatita@gmail.com

    Share

    MAIO

    Sabes quando ficamos com um sorriso parvo na cara a olhar para os nossos filhos? Assim cheios de uma alegria que vem sei lá de onde? Confesso. Eu fico assim, cada vez que vejo um workshop catita, cheio de pais disponíveis para aprender ferramentas novas. Sinto-me feliz dos dedinhos dos pés… à ponta da franja.

    Ao longo dos últimos anos, tenho recebido pedidos para a Mãe Catita visitar outros locais. Chegar a mais pais que gostariam de estar presentes nos cursos, para encontrarem um caminho para estarem mais presentes com as suas famílias. Decidi que estava na altura. Por isso, tenho estado a criar novas formas de disponibilizar os conteúdos catitas e de ficar mais próxima.
    Maio vai ser um mês cheio de novidades e aqui vão as primeiras!

    Encontra a Mãe Catita:

    Dia 4 de Maio, vou estar em Mértola a dar formação para as escolas apoiarem o crescimento de uma autoestima saudável nos alunos.

    Dia 6 de Maio, às 18h30, no âmbito do ciclo de debates PAIS INFORMA, vou estar na Escola Básica do Alto da Eira, Santa Iria da Azóia (não é necessário inscrição)

    Dia 11 de Maio, às 11h, vou estar na Biblioteca de Pombal (inscrições gratuitas e obrigatórias para biblioteca@cm-pombal.pt)

    Dia 25 de Maio, às 9h30, na 3ª edição de “PEQUENOS PASSOS PARA UMA GRANDE AUTOESTIMA” (inscrições maecatita@gmail.com) Sabe mais sobre este super curso AQUI

    Share

    QUANDO DO NADA ELES DIZEM TUDO

    Se há coisa que desafia a força de vontade de uma mãe, é levar os pequenos à natação. TODAS as semanas.
    Voar do trabalho para chegar a horas com mudas de roupa, chinelos, toucas, óculos e comida pós-piscina reforçada na mochila. Aterrar num ambiente tropical que limpa todos os poros, e nos cozinha lentamente a vapor (quem usa óculos deve ser ainda mais divertido).
    As mangas encharcadas enquanto tentamos ajustar a temperatura da água do duche. Ou, se os balneários têm temporizador, enquanto carregamos de 5 em 5 minutos na torneira tornando TUDO mais emocionante. Os nossos sapatos com as clássicas proteções azuis, estilo Anatomia de Grey, sempre à mercê de uma duchada mais forte.
    Mas, a maravilha de os ver aprender a nadar, a partir do nada, desperta o sorriso de qualquer mãe transpirada.
    O pequeno catita está aprender a nadar. Depois de treinar separadamente os braços e as pernas de crawl, chegou o dia de os juntar. Reparei como estava a ser um desafio para ele, como às vezes abrandava para tentar coordenar tudo. Como estava cansado. Notei como estava a dar o seu melhor, como em cada pista que fazia, evoluía mais um bocadinho. Reparei como cada vez que fazia uma volta, saía da água com um sorriso enorme na cara.
    O que eu estava a ver, estava a ser comentado pela professora de forma diferente “Asneira! Estás distraído! Concentra-te! És muito distraído!” , “Olha para os teus colegas!”.
    No meio daquele bafo tropical, do desconforto e cansaço, é mais fácil sentirmo-nos reactivos, críticos e pouco tolerantes. Os comentários aumentavam, grau a grau, a minha temperatura interna.
    Quando a aula acabou, como sempre, falei com o pequeno catita do que notei que ele tinha conquistado, e como parecia feliz e realizado. Perguntei-lhe, também, como se tinha sentido perante os comentários e rótulos atirados pela professora entre braçadas. “Mãe, as pessoas não são perfeitas. Há coisas que conseguem fazer melhor… a professora explica bem os exercícios. Há coisas que ela ainda tem de aprender. “
    Quando os pais se questionam “Como é que eu sei que estou a fazer um bom trabalho?”. Confia, dá tempo e vais ver. Quando menos esperares, do nada, o teu pequeno catita vai surpreender.

     

    Lê também MIÚDOS PERFEITAMENTE IMPERFEITOS
    Share

    E TU, QUE EXEMPLO ÉS?

    Podes fazer todos os discursos inspiradores e hollywoodescos que quiseres.
    Podes explicar pormenorizadamente como devia ser feito, passo a passo. Podes gritar qual era atitude correcta, o comportamento ideal, e apontar tudo o que estava errado. Apostar todas as fichas na “próxima vez”, que vai ser certamente diferente. Podes ficar cheio de expectativas e frustrações, ou podes fazer o que queres ver acontecer. As crianças aprendem pelo exemplo. Com TUDO o que acontece diariamente à frente delas. Como nos comportamos no trânsito, como nos regulamos quando estamos zangados até à ponta dos cabelos, como lidamos com notícias tristes, contratempos e os tempos que passamos ao telemóvel.

    Partilhar, ensina-se partilhando. A paciência, ensina-se com paciência. E a flexibilidade, certamente não se ensina com teimosia.
    Sê o exemplo que queres ver crescer, e vê-o florescer, à tua frente, de dia para dia.

    Descobre mais sobre como dar o exemplo, e definir as intenções AQUI
    Share