Follow:

Quando dói, observa.

Temos tendência para fugir do que vem com uma onda de desconforto. Do que incomoda, e dói.

Tentamos logo procurar responsáveis e culpados, para resolver a coisa rapidamente e tirá-la da frente. Ou então, somos logo super mega positivos e fugimos dali a sete pés com purpurinas, arco-íris e frases inspiradoras.
Queremos soluções rápidas, processos com 3 passos, e um final feliz. Um filtro que torne tudo brilhante e instagramável.

Olhamos para fora, evitando a todo o custo olhar para dentro.

Quando o meu filho não me ouve, dói. Quando o meu filho não me obedece, dói. Quando o meu filho diz que não gosta de mim, dói. Quando o meu filho está triste, dói. Quando o meu filho já não precisa de mim, dói.

Tantos botões internos que são carregados quando somos pais. Vários ao mesmo tempo…Tantas oportunidades.

Só hoje, experimenta em vez de fugir, observar. Parar e olhar para dentro, sem filtros. Coloca a tua atenção no que realmente está lá escondido, dá-te a oportunidade única de o trazeres à consciência, em vez de estares pres@ num infindável ciclo de dor e reação que corrói, dia a dia, a relação com o teu filho.

Pausa e observa. Respira, e fica lá um bocadinho. A mudança começa aí✨.

Share
Previous Post Next Post

You may also like

No Comments

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.